jornaldopescador@gmail.com | Cood: Pedro S. Santos(67)99832-4801 | 99224-4229
Cuidados na Sua Pescaria
17/06/2010

 
A segurança está sempre em primeiro lugar. Não leve peixe mas chegue em casa bem.
A mudança repentina das condições atmosféricas pode fazer com que uma pescaria termine, verifique se o local permite uma saída rápida e em segurança no caso das condições se alterarem. Defina antecipadamente escapatórias de fuga a partir do local. 
Na pesca noturna, o pescador muitas vezes perde a noção da altura do local, nunca perca consciência da diferença entre o local e a água, utilize objetos de separação que evitem a perda de percepção.
Se a pesca for noturna, certifique-se que tem iluminação suficiente.
Em pesca em rios e albufeiras, verifique se o local não é propicio a desmoronamentos.
Verifique sempre se existem linhas de ALTA-TENSÂO próximas, a negligência deste fator tem produzido alguns acidentes com pescadores experientes.
Verifique se os lançamentos e a pesca não afectam pessoas ou objectos próximos.
É fundamental que o vestuário ofereça proteção ao pescador, não só do frio, mas também dos pequenos acidentes. 
Use calçado não escorregadio, existe calçado próprio para pesca se o pesqueiro é escorregadio este fator é de especial importância;
Evite usar vestuário onde os aparelhos de pesca tenham possibilidade de se prender;
Use óculos e chapéu (evitando possibilidade de acidentes com anzóis ficarem presos nos olhos ou na face);
Use vestuário leve, se por acidente cair na água, não interfira com a necessidade de nadar.
Condições Meteorológicas
Nunca pescar durante trovoadas.
Verifique se a ondulação não o põe em risco
Muitos acidentes devem-se a tentativas de recuperação de material que ficou preso, não ponha em risco a sua integridade física para recuperar um anzol. leve material que permita a perda, corte a linha se necessário.
Alguns peixes podem ter consequências diretas e dolorosas, tente conhecer as formas de lidar com as espécies mais perigosas
O acidente mais comum é provocado pelo lançamento ou recuperação, os anzóis ficam presos nos dedos, nos braços, nas pernas, nunca perca a noção que embora o perigo seja reduzido é incomodo e algumas vezes doloroso um anzol num dedo ou num braço, saliente-se que muitas vezes se perde a noção do espaço envolvente criando acidentes de maior dimensão (quedas das pedras, etc)

A maior parte destes acidentes podem ser evitados se não deixar-mos o senso comum de lado, pesque com segurança e divirta-se.
Mas sempre é bom ressaltar alguns cuidados para não ter nenhum problema na sua pescaria.

voltar